Agonia

Sinto meus intestinos torcerem
Meu coração partir
Minhas veias racharem
Minhas entranhas explodirem
Meus olhos chorarem

Meu sangue jorra e sinto minha vida esvair-se
Minha mente só pensa em você, que até de viver eu esqueço
Quero viver, mas é a morte que me ronda
            A morte de imaginar não ter você
            Viver a vida sem ter você
Que loucura, a loucura de um grande amor

Amor que maltrata impiedosa a distância
Amor com sede de vingança
Pois a morte é menos dolorosa que a vida
            A vida sem você

Preciso da tua boca, para um sopro de vida me dar
Preciso do teu cheiro, para a realidade enfrentar
Preciso do teu amor, para o meu amor saciar
Preciso, só preciso, preciso é o meu amor por ti